Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


Barra lateral

CMQ
Centro de Métodos Quantitativos


USP ESALQ
Depto. de Ciências Florestais
ESALQ
UNIVERSIDADE de SÃO PAULO
Av. Pádua Dias, 11
Caixa Postal 09
13418-900 - Piracicaba - SP
BRASIL
publico:users:andreamoreira

Andréa Bittencourt Moreira


Linha de Pesquisa

Amostragem, Mensuração e Biometria Florestal

Formação Acadêmica


Graduação
  • Engenharia Florestal (2004 - 2009) - Universidade Federal de Viçosa (UFV)
Mestrado
  • Mestre em Ciências - Programa de Recursos Florestais. Opção em: Silvicultura e Manejo Florestal (2011 - 2013) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”/ Universidade de São Paulo (ESALQ/USP)

Resumo

A Euterpe edulis (palmeira juçara) é uma espécie de alta densidade na Floresta Atlântica e sofre processo de extinção devido ao desmatamento e ao corte ilegal para a extração do palmito. Uma alternativa para conservação é o manejo sustentável, utilizando seus frutos para a produção de polpa. O objetivo do trabalho é fornecer subsídios de mensuração para um sistema de manejo, visando à produção de frutos e polpa, através de modelos preditivos e, avaliação da estrutura, dinâmica e a regeneração natural das palmeiras. O levantamento foi realizado no Sertão do Ubatumirim, Ubatuba-SP, em uma área de bananal e uma de floresta secundária, durante 2011 e 2012. Para a construção dos modelos, foram selecionadas matrizes produtoras acompanhadas durante o período de frutificação. Foram coletadas medidas dendrométricas e os frutos maduros foram colhidos, pesados, despolpados e analisada sua massa seca. Foi avaliada qualitativamente a luminosidade recebida pelas matrizes. Foram ajustados e selecionados modelos para a predição da biomassa dos frutos e polpa seca. As variáveis preditoras foram: DAP, altura, e as indicadoras: área, ano e luz, com efeito simples e de interação. As variáveis resposta foram modeladas por regressão linear, com e sem transformação logarítmica. Os critérios de seleção dos modelos foram o coeficiente de determinação ajustado e o valor do Critério de Informação de Akaike (AIC). Para o levantamento das populações, em cada área foram locadas dez parcelas circulares, com 14m de raio, sendo mensuradas e identificadas as espécies arbóreas com DAP >= 5cm. Dentro das parcelas instituiu-se subparcelas para a amostragem da regeneração natural da juçara; com raio de 4,5m para os estádios de desenvolvimento das varas e arvoretas e raio de 3m para plântulas e mudas. Foi estimada a taxa de mortalidade de toda população e das palmeiras adultas. De cada estádio estimou-se os indivíduos por hectare e taxa de mudança anual. A regeneração encontrada foi comparada com uma estrutura padrão, sem ações antrópicas. Foi estimada a biomassa de frutos e de polpa da juçara nas áreas estudadas através de modelos lineares. Os modelos com transformação logarítmica apresentaram bons ajustes sendo os mais adequados os que utilizaram a combinação da variável indicadora altura ou variável combinada (diâmetro ao quadrado vezes altura). Os resultados mostraram efeito de interação da variável combinada e variável ano, o que indicou efeito nulo no ano de alta produtividade. Independente do tamanho das palmeiras, a produção foi igual, e efeito positivo crescente no ano de baixa produtividade. Os levantamentos mostraram que a área de formação secundária possui maior riqueza de espécies que a do bananal, com uma área basal duas vezes maior e menor taxa de mortalidade. Em ambas as áreas, os estádios plântulas e regeneração não se assemelham à população padrão, resultados estes mais drásticos na área do bananal. Isto pode levar à redução da população, com risco de desaparecimento. Na estimativa produtiva dos frutos por matriz, verificou-se o aumento entre os anos de produção. Quando se considera a produção por hectare, ocorre diminuição da produção na área do bananal devido a elevada mortalidade.

  • Bolsista - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Doutorado Sanduiche
  • Doutorado Sanduiche (2015 - 2016) - Yale University
  • Tese - Sampling for estimation of biomass and carbon of dead wood in native forests in São Paulo State, Brazil
  • Bolsista - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Doutorado
  • Doutorado em Recursos Florestais (2013 - atual) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”/ Universidade de São Paulo (ESALQ/USP)
  • Tese - Amostragem para a quantificação de biomassa e carbono de madeira morta caída em florestas nativas no Estado de São Paulo
  • Bolsista - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)

Contato


  • e-mail: deiabmoreira@hotmail.com
  • telefone: (19) 2105-8676/(11) 97058-9001
publico/users/andreamoreira.txt · Última modificação: 2016/08/28 16:24 por andreamoreira