Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


Barra lateral

CMQ
Centro de Métodos Quantitativos


USP ESALQ
Depto. de Ciências Florestais
ESALQ
UNIVERSIDADE de SÃO PAULO
Av. Pádua Dias, 11
Caixa Postal 09
13418-900 - Piracicaba - SP
BRASIL
publico:metrvm:glossarivm:a
glossarivm-logo.jpg Apresentação
A B C D E
F G H I J
K L M N O
P Q R S T
U V W X Y Z
Referências

a.jpg

Abundância de Espécies

Tipo de Verbete: grandeza.

Definição: Número de indivíduos de cada espécie em uma comunidade. A combinação das abundâncias de todas as espécies define a distribuição de abundândia da comunidade, utilizada na determinação da equabilidade.

Ver também: Equabilidade.

Unidade: grandeza adimensional.

Notação: $ D_A $.

Leitura: Magurran, 2004.

Alfândega de Paris, Regra da

Tipo de Verbete: técnica.

Definição: Regra de cubagem que define o volume da tora como sendo um paralelepípedo cujo comprimento é igual ao comprimento da tora e área da secção transversal igual à área do maior quadrado que possa ser circunscrito na fase de menor diâmetro da tora.

Ver também: Cubagem, Regra de.

Leitura: Batista, 1998.

Algarismos Significativos

Tipo de Verbete: conceito.

Definição: Algarismos numa medida que representam as posições do número (unidade dezena, centena, milhar etc.) que conhecemos com certeza absoluta, isto é, sem possibilidade de variação subjetiva. Ao trabalharmos com medidas é importante manter em mente que uma mesma medida deve ser expressa com igual precisão independentemente do múltiplo ou fração da unidade escolhida para expressá-la. Não se deve fazer uma medida com mais algarismos significativos que a precisão do instrumento de mensuração ou além da quantidade de algarismos significativos que o processo de mensuração pode gerar com confiabilidade.

Leitura: Batista, 1998, Husch et al., 1982.

Alocação de Parcelas (Amostragem Estratificada)

Tipo de Verbete: conceito.

Definição: Refere-se à distribuição das unidades amostrais nos diferentes estratos de forma a garantir a precisão da amostragem. Pode ser feita de diferentes formas: (1) alocação proporcional, em que as unidades amostrais são distribuídas proporcionalmente ao tamanho dos estratos; (2) alocação uniforme, em que utiliza-se o mesmo tamanho de amostra em todos os estratos; (3) alocação ótima de Neyman, em que as parcelas são distribuídas de forma a minimizar o custo, para uma precisão fixa, ou maximizar a precisão, para um custo fixo.

Ver também: Amostragem Estratificada.

Leitura: Shiver e Borders, 1996.

Alocação de Parcelas (no Campo)

Tipo de Verbete: sinônimo.

Definição: Ver Locação de Parcelas.

Altura (de Árvores)

Tipo de Verbete: conceito de grandeza.

Definição: Grandezas definidas pela distância linear ao longo do eixo principal da árvore, partindo do solo até o topo ou outro ponto referencial. Portanto, a uma mesma árvore podem ser atribuidas diferentes alturas. Pode ser determinada através de medidas diretas, indiretas ou por predição.

Ver também: Altura Comercial; Altura Total; Altura da Base da Copa; Hipsômetro; Clinômetro; Relação Hipsométrica.

Leitura: Machado e Figueiredo Filho, 2003.

Altura Média das Árvores Dominantes

Tipo de Verbete: grandeza.

Definição: Conceitualmente, é a altura média das árvores mais altas da floresta. A definição operacional mais utilizada é a de Assmann: média aritmética da altura das 100 árvores de maiores DAP por hectare. É freqüentemente designada apenas por altura das árvores dominantes.

Ver também: Sítio.

Unidade: metros: $ m $.

Notação: $ H_D $.

Leitura: Assmann, 1970.

Altura da Base da Copa

Tipo de Verbete: grandeza.

Definição: Altura do solo até a base da copa da árvore. A definição da base da copa depende das implicações biológicas ou tecnológicas que a medida pretende ter: pode ser o ponto de inserção do primeiro ramo vivo; o ponto de inserção do primeiro ramo vivo a partir do qual todos são vivos; ou o ponto onde existe inserção de ramos vivos em todos os quadrantes.

Unidade: metros: $ m $.

Notação: $ h_b $.

Leitura: Batista, 1998.

Altura Comercial

Tipo de Verbete: grandeza.

Definição: Comprimento do fuste a partir do solo ou da altura de corte até um ponto acima definido por um diâmetro mínimo de uso, ou alguma limitação para uso comercial, tais como bifurcações, galhos, defeitos e tortuosidade. Na maioria das espécies arbóreas tropicais crescendo em condições de floresta nativa, a altura comercial representa o comprimento do tronco útil para serraria. Em algumas espécies, a altura da primeira bifurcação pode ser tão baixa que os vários fustes existentes são úteis para serraria e, para fins de medição, devem ser tratados como árvores individuais. Na medição da altura comercial deve-se ficar atento aos defeitos do tronco, principalmente em florestas tropicais, pois devem ser descontados, já que representam uma parte do fuste que não poderá ser utilizada.

Unidade: metros: $ m $.

Notação: $ h_c $.

Leitura: Batista, 1998, Machado e Figueiredo Filho, 2003.

Altura do Peito

Tipo de Verbete: convenção.

Definição: Altura, convencionada em 1,3 m, para se medir o diâmetro de árvores (DAP). As razões para a escolha dessa altura foram: padronização de modo que não dependa da altura do observador; a essa altura a posição de medição é cômoda; nessa altura o tronco geralmente não apresenta mais influência de dilatações na base ou sapopemas. Embora seja uma altura convencionada, em paí­ses que não adotam o sistema métrico a altura fica um pouco diferente (Ex., EUA 1,35m; Inglaterra 1,29m, Japão 1,25m), podendo acarretar pequenas diferenças no cálculo de área transversal, dificultando a comparação entre trabalhos.

Ver também: DAP

Leitura: Machado e Figueiredo Filho, 2003.

Altura Total

Tipo de Verbete: grandeza.

Definição: Distância entre a base da árvore e a ponta do ramo mais alto. Esta é a altura mais utilizada em dendrometria, pois é menos sujeita a diferenças de interpretação entre observadores uma vez que o ponto mais alto de uma árvore independe da arquitetura da árvore. Para ser medida, o observador deve enxergar a base e o topo da árvore do mesmo local.

Unidade: metro: $ m $.

Notação: $ h $.

Leitura: Batista, 1998.

Amostra

Tipo de Verbete: conceito.

Definição: Subconjunto ou parte da população constituída de indivíduos que são analisados a fim de se fazer uma inferência sobre a população estatística.

Leitura: Shiver e Borders, 1996.

Amostragem Adaptativa

Tipo de Verbete: método.

Definição: Procedimento de seleção de amostra em que o plano de amostragem vai sendo construído durante o levantamento, em resposta aos padrões observados na população. Por exemplo, num levantamento para estimar a abundância de uma espécie, parcelas adicionais podem ser acrescentadas próximas de parcelas que apresentaram alta abundância da espécie de interesse. As aplicações mais comuns do método têm sido em levantamentos de populações de animais, plantas e minerais, e com potencial de uso em epidemiologia e controle de qualidade.

Leitura: Thompson e Seber, 1996.

Amostragem Aleatória Simples

Tipo de Verbete: método.

Definição: Delineamento básico de amostragem probabilística, em que as unidades amostrais devem ser selecionadas completamente ao acaso, com n unidades diferentes selecionadas de N unidades na população, de forma que cada possível combinação das n unidades amostrais (ou amostra) tenha a mesma probabilidade de ser selecionada.

Leitura: Shiver e Borders, 1996.

Amostragem Dupla

Tipo de Verbete: método.

Definição: Delineamento de amostragem em que, numa primeira fase, é medida uma variável auxiliar necessária para a estimação, normalmente de medição mais rápida e a um custo menor que a variável de interesse. Somente na segunda fase é que são medidas simultaneamente a variável auxiliar e a variável de interesse.

Leitura: Shiver e Borders, 1996.

Amostragem Estatística

Tipo de Verbete: conceito.

Definição: A composição da amostra é definida pela seleção de unidades amostrais baseada em procedimentos probabilísticos, que garantem a representatividade da amostra e a possibilidade de desenvolver estimadores para os parâmetros de interesse e de conhecer suas propriedades estatísticas.

Leitura: Shiver e Borders, 1996.

Amostragem Estratificada

Tipo de Verbete: método.

Definição: Delineamento amostral em que a população é dividida em estratos relativamente homogêneos e cada estrato é então amostrado separadamente, utilizando-se amostras aleatórias. Em geral, as variáveis consideradas para estratificar uma floresta são a idade, classe de produtividade, qualidade de sítio, composição de espécies, topografia etc. A amostragem estratificada em geral produzirá estimativas com menor erro padrão, em relação ao que seria obtido sem a estratificação. Uma vantagem inerente ao método é a obtenção de estimativas para cada estrato e para a população como um todo.

Leitura: Shiver e Borders, 1996.

Amostragem em Múltiplos Estágios

Tipo de Verbete: método.

Definição: Delineamento utilizado em grandes áreas, considerando-se diversas escalas de mensuração com o objetivo de obter estimativas mais confiáveis para a maior escala. Para isso, a população de interesse é dividida em unidades primárias, que por sua vez são subdivididas em unidades secundárias (e assim por diante, dependendo do número de estágios). A amostragem é feita pela seleção de um conjunto de unidades primárias, dentro das quais é selecionado e medido um conjunto de unidades secundárias e assim sucessivamente.

Leitura: Shiver e Borders, 1996.

Amostragem Pontual Horizontal

Tipo de Verbete: sinonimo.

Definição: Ver Amostragem por Enumeração Angular.

Amostragem por Enumeração Angular

Tipo de Verbete: método.

Definição: Método de amostragem florestal em que a probabilidade de seleção de um indivíduo (árvore) é proporcional ao tamanho desse indivíduo, expresso pela sua área basal. A unidade amostral é um ponto, locado aleatoriamente, a partir do qual são selecionados os indivíduos que compõem a amostra.

Leitura: Bitterlich, 1984, Shiver e Borders, 1996.

Amostragem por Interceptação de Linha

Tipo de Verbete: método.

Definição: Método de amostragem florestal em que a unidade amostral é um segmento de reta (linha) e os elementos de medição (árvores, troncos, galhos etc.) são selecionados se forem interceptados pela linha.

Leitura: de Vries, 1986, Shiver e Borders, 1996.

Amostragem por Remedição Completa

Tipo de Verbete: método.

Definição: Sistema de amostragem em que as medições são repetidas nas mesmas unidades amostrais (unidades amostrais permanentes) em tempos diferentes.

Ver também: Monitoramento.

Leitura: Schreuder et al., 1993.

Amostragem por Substituição Completa

Tipo de Verbete: método.

Definição: Sistema de amostragem em que as medições são feitas na mesma população, em tempos diferentes, porém utilizando-se unidades amostrais temporárias e independentes.

Ver também: Monitoramento.

Leitura: Schreuder et al., 1993.

Amostragem por Substituição Parcial

Tipo de Verbete: método.

Definição: Sistema de amostragem em que parte das unidades amostrais são remedidas em tempos diferentes (unidades amostrais permanentes), porém acrescenta-se a elas novas unidades temporárias.

Ver também: Monitoramento.

Leitura: Schreuder et al., 1993.

Amostragem com Probabilidade Proporcional ao Tamanho

Tipo de Verbete: método.

Definição: Delineamento de amostragem em que a probabilidade de seleção não é a mesma para todas as unidades amostrais, sendo proporcional ao tamanho de cada unidade. Por exemplo, na \termo{amostragem pontual horizontal as maiores árvores têm maior probabilidade de seleção, tornando a amostragem proporcional à área basal das árvores. Além disso, esse método pode estar relacionado à seleção das unidades primárias, proporcional ao tamanho das unidades amostrais, quando são utilizados métodos de amostragem em múltiplos estágios.

Ver também: Amostragem em Múltiplos Estágios.

Leitura: Shiver e Borders, 1996.

Amostragem Sistemática

Tipo de Verbete: método.

Definição: Delineamento amostral em que o critério probabilístico é a aleatorização da primeira unidade amostral, e a partir dela todas as demais unidades são locadas sistematicamente, seguindo uma grade retangular ou quadrada.

Leitura: Shiver e Borders, 1996.

Análise de Tronco

Tipo de Verbete: método.

Definição: Em algumas espécies florestais os anéis de crescimento são evidentes e possibilitam fazer a análise de seu crescimento. Esses anéis não são obrigatoriamente anuais, mas sim associados à sazonalidade climática e padrões de crescimento. Discos com 2cm de espessura são cortados em secções transversais do tronco na altura do nível do solo, à 1,30m e de metro em metro até o final do tronco. Os anéis de crescimento são marcados e os duas medidas perpendiculares de diâmetros são tomadas para cada disco. Essa análise permite obter para cada idade da árvore o diâmetro, área basal, altura, volume e fator de forma.

Leitura: Philip, 1994.

Anamórficas, Curvas

Tipo de Verbete: conceito.

Definição: Diz-se das curvas de índice de sítio, quando as curvas possuem uma relação de proporcionalidade constante entre si.

Ver também: Índice de Sítio.

Leitura: Clutter et al., 1983.

Arbusto

Tipo de Verbete: conceito.

Definição: Planta lenhosa que ramifica em vários caules principais num ponto próximo ou abaixo do nível do solo, geralmente com altura inferior a 10 metros.

Leitura: Allaby, 2004.

Área Amostrada

Tipo de Verbete: grandeza.

Definição: Área total das parcelas (área fixa ou área variável) numa dada amostra.

Ver também: Parcela (unidade amostral), Parcela de Área Fixa, Monitoramento.

Unidade: $ m^2 $ ou $ ha $.

Notação: $ A_s $.

Leitura: Pellico Netto e Brena, 1997.

Área Basal

Tipo de Verbete: grandeza.

Definição: Parte de uma área florestal ocupada pelos fustes que compõem a floresta. Geralmente expressa em unidade de área, para facilitar a comparação de informações entre florestas. É uma informação importante na condução de desbastes. Para se chegar a um valor de área basal é feita a soma das áreas transversais das árvores que compõem a amostra e essa soma é expressa em unidade de área.

Unidade: $ m^2~ha^{-1} $.

Notação: $ G $.

Ver também: Área Transversal.

Leitura: Machado e Figueiredo Filho, 2003.

Área de Projeção da Copa

Tipo de Verbete: grandeza.

Definição: Área, no plano horizontal, ocupada pela projeção vertical da copa de uma árvore, assumindo que a área projetada é circular. Medida utilizada pra quantificar o espaço ocupado pela árvore.

Unidade: $ m^{2} $.

Notação: $ a_c $.

Área Seccional

Tipo de Verbete: sinonimo.

Definição: Ver Área Transversal.

Área Transversal

Tipo de Verbete: grandeza.

Definição: Área da secção transversal do tronco de uma árvore à altura de 1,3m da base do tronco, é calculada à partir do DAP, assumindo que a secção transversal do tronco é um círculo. A importância biológica da área transversal se fundamenta na sua relação com a superfície no tronco destinada à translocação de seiva e, portanto, possui relação direta com a superfície foliar e a \termo{área de projeção da copa que significa a ocupação do espaço de crescimento pela árvore.

Unidade: $ m^2 $.

Notação: $ g $.

Leitura: Machado e Figueiredo Filho, 2003.

Árvore

Tipo de Verbete: conceito.

Definição: Planta lenhosa com um único fuste principal (tronco), que não ramifica próximo ao nível do solo, geralmente com altura superior a 10 metros. Algumas espécies arbóreas possuem forma de multi-troncos. As árvores mais alta da floresta formam o dossel da floresta.

Leitura: Allaby, 2004.

Arvoreta

Tipo de Verbete: conceito.

Definição: Pequena árvore com caule único com ramificações na parte apical. Compõe o subosque da floresta.



glossarivm-logo.jpg

Apresentação A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z Referências
publico/metrvm/glossarivm/a.txt · Última modificação: 2015/08/10 20:48 (edição externa)